Dica da Semana: Collision Course [R.I.P. Chester Bennington]

Hoje o dica da semana é Collision Course, homenageando Chester Bennington que infelizmente veio a falecer semana passada. (20 de julho)
Somos um portal que trabalha com o “crossover” entre diferentes universos, e esse álbum colaborativo se trata exatamente disso.

Collision Course capa do EP
Collision Course capa do EP

Collision Course foi um EP colaborativo da banda de Nu Metal Linkin Park e do rapper Jay-Z lançado em 2004. Ele só foi o 2º disco em formato EP (Extended Play) na história que alcançou o 1º lugar na Billboard 200. Antes disso, apenas o EP  Jar of Flies da banda Alice In Chains, 10 anos atrás (1994) alcançou essa marca.

As duas partes já vinham de projetos colaborativos em estúdio. Jay-Z havia lançado no mesmo ano o segundo álbum em colaboração com R Kelly “Unfineshed Business”, e no ano anterior o Linkin Park havia lançado o álbum de remix “Reanimation” com faixas remix do seu primeiro álbum “Hybrid Theory”.

Collision Course teve inspiração no álbum de Mash-Ups  “The Grey Album” do DJ Danger Mouse que uniu as faixas do The Black Album do Jay-Z com músicas dos Beattles, o plano original da MTV era de lançar apenas 1/2 faixas, mas por empolgação de ambas as partes o projeto acabou virando um EP de 6 Faixas.

  1. “Dirt off Your Shoulder/Lying from You”
  2. “Big Pimpin’/Papercut”
  3. “Jigga What/Faint”
  4. “Numb/Encore”
  5. “Izzo/In the End”
  6. “Points of Authority/99 Problems/One Step Closer”

O álbum com certeza é uma das melhores coisas já feitas, todo produzido por Mike Shinoda e Jay-Z. O EP uni músicas de sucesso das duas partes, ao invés de criar músicas novas como aparenta. O resultado não poderia ser melhor, todas as músicas parecem que foram criadas pro álbum, se você nunca ouviu Linkin Park ou Jay-Z você acaba pensando que a outra parte criou pra encaixar (respectivamente), mas na verdade houve a união das faixas da forma mais harmônica possível.

Escute Collision Course no Spotify:

O projeto também tem um DVD, que contém por trás das câmeras, com o Making-Of do álbum. Também tem o vídeo de todas as faixas Ao Vivo no The Roxy Theatre em 18 de Julho de 2004 e uma galeria de fotos.

Curiosidades

  • O single Numb/Encore venceu a categoria Best Rap/Sung Collaboration do Grammy. Foi o 2º Grammy da banda e 5º do Rapper, de dois singles que sequer tinham sido nomeadas anteriormente.
  • A MTV deu ao Jay-Z a possibilidade de convidar um grupo/artista pra fazer os Mash-Ups. Jay-Z contactou Mike Shinoda, que fez algumas tentativas e mandou pro Jigga. Jay-Z gostou e começou a trabalhar com Mike por email.

Jay-Z, Chester, Mike Shinoda

  • Mike e Jay Z  decidiram que ao invés de apenas unir as faixas pra uma apresentação ao vivo na MTV, eles deveriam re-trabalhar e re-gravar partes da música pra encaixar melhor (melhor ideia possível).

“Jay e eu percebemos que era melhor re-performar os vocais de RAP se fossemos fazer em beats diferentes, porque a vibe muda e você tem que entregar os seus versos com uma pequena diferença” – explica Mike Shinoda”

  • O álbum inteiro foi feito em apenas 4 dias, entre 16 e 19 de Julho de 2004 e foi lançado em 30  de novembro de 2004
  • Collision Course foi o primeiro álbum do Linkin Park a ter o selo da “Partental Advisory”. (Selo que indica que o álbum tem conteúdo explicito.) Por conta das músicas do Jay-Z, mas também pode se ouvir Chester e Mike Shinoda falando alguns palavrões no álbum. O álbum também ganhou sua versão editada/censurada, mas deixaram as palavras “bitch”, “ass”, e “hoes” sem censura deixando a faixa  “Izzo/In the End” iguais nas versões Explicit e Clean.
  • Tirando Collision Course o Linkin Park só usou palavras de baixo calão no álbum Minutes to Midnight em 2007.
  • Um ano após o álbum ser lançado Jay-Z foi produtor executivo do álbum The Rising Tied da banda Fort Minor projeto solo de Mike Shinoda. Onde na faixa “High Road” ele rebate as críticas sobre a o EP em colaboração com o Jay-Z.
  • O Cabeça de Fita da mixtape do Emicida “Pra quem já mordeu um cachorro por comida, até que eu cheguei longe” provavelmente foi inspirado pela Artwork da capa do EP Collision Course. Vendo que Leandro já deixou claro em diversas entrevistas ser fã do trabalho do Jigga.
Comparação entre Cabeça de Fita e Artwork da EP.
Comparação entre Cabeça de Fita e Artwork da EP.

Collision Course foi o nosso Dica da Semana, em homenagem a Chester Bennington. Todos nossos sentimentos aos fãs da banda, aos amigos e principalmente aos familiares do músico!

Untitled-1

Compartilhe:
comments
Vitor Gabriel
About Vitor Gabriel 354 Articles
Designer, Redator, Editor, Self-Fashion Designer, Gamer, Fã da Disney, Artes em Geral ♥ Follow My Lead ♫

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.


*